sexta-feira, 26 de abril de 2013

5º Domingo da Páscoa

 
28 de abril de 2013
Ano C - Branco
“Eu vos dou um novo mandamento: amai-vos
uns aos outros.”
ACOLHIDA
Com: Bom dia (Boa Noite)!
Talita: (tristonha) Hum!hum!Bom dia.
Com:  Ué amiguinha, o que foi?
Talita: Não estou passando dias muito bons. Parece que tudo está dando errado. Tô até desanimada.
Com:  Não fale assim amiguinha. Tenha fé e confie no Senhor.
Talita: Mesmo com esse tanto de tribulações?
Com: Sim, as tribulações devem servir para aumentar nossa fé. Sabe de uma coisa amiguinha?
Talita: o quê?
Com:  (cantar) Tudo é possível se você cre em Deus (2x). Fé move a mão de Deus, sua palavra é viva, tudo é possivel se você cre em Deus.
Talita: (respira fundo) Você tem razão. Pra Deus nada é impossível. Mas, eu preciso acreditar né?
Com:  É sim, vamos apresentar nossos problemas, nossa casa, família, todas as tormentas nas mãos do Senhor? Põe a mão no seu coração e agora apresenta a Deus tudo que tem sido difícil pra você. (em silencio) Agora vamos com alegria receber o padre.....

EVANGELHO: - Jo 13,31-33a.34-35

(contar a história abaixo com alegria e motivação. Se quiser busque ilustrações que sirvam para mostrar as crianças enquanto conta a história.)

Havia numa cidade bem perto daqui, um homem muito rico e bastante egoísta. Não tinha tempo pra família e não aceitava o amor em sua vida. Quando era criança ele fez catequese e ouviu falar de Jesus, mas se recusava a acreditar que Jesus e o que ele ensinou existia até hoje no meio de nós.

Certo dia ele saiu do seu trabalho tarde da noite e viu próximo ao seu carro um menino. Pensou que fosse um ladrão e foi logo gritando com ele: ei moleque! O menino assustado e com medo saiu correndo, pisou em um buraco e caiu ao chão se machucando. O rapaz ficou comovido e arrependido e então foi até o garoto e ajudou-o a se levantar. Vendo-o ferido perguntou: onde moras? vou levá-lo a sua casa.
O menino explicou o caminho. Durante o trajeto o menino se admirava com a beleza da cidade, das luzes e seus olhinhos brilhavam.Quanta coisa linda dizia. Quando chegarm peiu ao rapaz se pudesse permanecer en frente a sua casa por apenas um minuto. O rapaz ficou desconfiado mas esperou. O menino correu para dentro de casa e logo saiu com sua irmazinha no colo pois ela não podia andar.Os dois sentaran-se na calçada e o emnino foi dizendo: viu menina não te falei que Deus existe e que eu um dia ia realizar meu sonho de passear de carro pela cidade. Ontem a noite eu pedi pra ele e hoje ele já me atendeu. Eu falei que você ia conhecer o carro? Aquele ali é o moço bondoso que me trouxe aqui.
Naquele instante o homem percebeu a presença do menino Jesus naquela criança e entendeu a riqueza do amor ao próximo e apartir daquele dia se decidiu a amar as pessoas de uma forma nova, diferente, sem medo ou preconceitos, como Jesus havia feito e ensinado a gente a fazer.
Jesus nos ensinou que devemos amar o próximo como a nós mesmos. quando fazemos isso, somos reconhecidos na comunidade como discípulos de Jesus. Amém?

PARA REFLETIR:
(desenhar dois corações, 1- triste, abatido, ferido e outro forte e sorridente)

Com: Quando nascemos Deus nos cria com amor e para o amor. Mas as vezes, vacilamos na fé e nosso coração fica assim triste, ferido, desanimado. nessa hora damos espaço para as reclamações, os palavrões, as mentiras e o pecado acaba tomando conta de nós.Devemos deixar isso acontecer? Não, precisamos ser corajosos e pedir a Jesus nosso Senhor e salvador que nos lave desse pecado e nos dê um coração forte e decidido a amar.
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário