sexta-feira, 20 de julho de 2018

16º DOMINGO DO TEMPO COMUM


TEMA: Urgência da Missão
Apucarana, 22 de julho de 2018.






         1.  AMBIENTAÇÃO – Olá crianças lindas!!! Que maravilha poder estar com vocês na Salinha Catedral. Vamos iniciar nosso encontro cantando o Sinal da Cruz ( cantar outros cantos também, de preferência com o tema missão ou servir)

2- PREPARAÇÃO PARA O EVANGELHO - Crianças, hoje eu trouxe uns probleminhas pra vocês  me ajudarem a resolver. Sabe o que é, eu preciso ajudar umas ovelhinhas. 


 Essas aqui,  elas andam sem rumo, perdidas, cada uma pra um lado e o pior é que tem um grande lobo mau passeando bem perto delas , observando , querendo , sabe o que , né ?! ( mostrar o lobo mau)

Elas são pequenas e indefesas, mal conseguem enxergar o que existe no campo que a cercam. Como será q a gente poderia ajudá-las a encontrar um caminho, a seguir sempre juntos e ainda ajudar a espantar o lobo mau?
Isso, vamos arrumar pra elas um pastor. Um pastor que tome conta do rebanho, que ame suas ovelhinhas que as trate com carinho, que afugente o lobo mau pra sempre. É isso crianças, um pastor. 

CONCLUSÃO: E vocês não imaginam que são essas ovelhas? E esse pastor? Que é?
Pois é crianças é isso que Jesus hoje se entristece ao ver seu povo parecido como ovelhas sem pastor ,por isso ele se tornou o nosso pastor, e nós somos suas ovelhas, e ele nos quer bem, nos ama, nos orienta. E é assim, com esse pastor amoroso, que não abandona suas

ovelhas é que vamos todos ficar em pé e cantar pra saudá-lo. Essa é a mensagem de Deus para nós! O mundo precisa de missionários para levar a Palavra de Deus a todos!







3- EVANGELHO DE MARCOS CAP. 6,30-34 – COMENTADO PARA CRIANÇAS
Teve um dia, que os amigos de Jesus, chamado de apóstolos, voltaram de uma missão e foram contar como foi maravilhoso lavar das coisas de Deus para as pessoas. Jesus ficou muito feliz, porque eles tinham entendido tudo que foi-lhes ensinado. Então falou pra eles descansar um pouquinho, num lugar retirado, porque ser missionário é cansativo!!! Mas vocês acreditam que eles não conseguiam nem descansar??!!! Pois tinha tanta gente, tanta chegando e saindo que os missionários ( apóstolos) não tinham tempo nem para comer!!! Então foram sozinhos, de barco, para um lugar deserto e afastado. Muitas pessoas vendo eles partindo, correram atrás deles, e não é que conseguiram chegar no local antes deles ainda!!??  Jesus e seus amigos saíram do barco, onde estavam e a multidão já estava esperando-os, daí Jesus ficou muito comovido de ver tantas pessoas com vontade de ouvir a palavra de deus e disse:
Que pena deles, parecem ovelhas sem pastor e começou a ensinar-lhes muitas coisas lindas sobre Deus! PALAVRA DA SALVAÇÃO



4. HISTÓRIA DA SEMANA – MISSÃO NA ÁFRICA

FIGURA 1


O dia estava ensolarado na África, continente belo e distante de nós, que se encontra do outro lado do Oceano Atlântico. Lugar de esplendida natureza, formada por selvas e muitos bosques.
Um garoto chamado Carlos, estava voltando para a tribo onde morava por um estrito caminho do bosque. Enquanto caminhava, pensava em tudo que aprendera com a Missionária na pequena “Missão” onde recebera Jesus como seu Salvador.
Recordava que enquanto estavam sentados debaixo de uma árvore, a Missionária leu um trecho da Bíblia que dizia: “Amarás ao teu próximo como a ti mesmo”. Carlos ficou muito sério e sem palavras quando ouviu esta porção da Palavra de Deus.
_ O que esta acontecendo com você, Carlos? Perguntou à missionária.
_ Mas … como posso amar a Marcos? Ele sempre debocha de mim, me bate, faz brincadeiras cruéis comigo. Quando o vejo, meu dia acaba, se não fosse crente pegaria uma foto dele e encheria de agulhas para acabar com ele. Não! Eu não posso amar a Marcos.
_ Filho… -disse a missionária, com uma doce voz- Agora você tem Jesus no coração, deve orar por Marcos, falar do amor de Jesus para ele e começar a amá-lo.
_ Eu vou tentar Missionária. Respondeu Carlos, engolindo em seco.
Enquanto caminhava no estreito caminho do bosque, Carlos pensava em tudo isso, quando de repente ouviu um estranho assobio que interrompeu seus pensamentos. O assobio vinha de uma árvore. Assustado, Carlos pensou: Que pássaro será esse?




FIGURA 2 

Carlos foi seguindo o assobio, foi chegando cuidadosamente perto de uma árvore… quando de repente CRASH! Alguma coisa se quebrou debaixo dos seus pés e BRUMMMM!!
Carlos caiu numa cilada, era um buraco que chegava até o pescoço, cheio de lama e lixo podre. Estava coberto com galhas e folhas, era uma cilada bem planejada.
Hahahahahahah!! – se ouviam as fortes gargalhadas de Marcos, enquanto descia da árvore.
_ Você e um verdadeiro tolo, um burro! Eu não vou à escola dos estrangeiros, mas sou mais esperto que você! Seu tolo! Hahahaha!
Sujo, todo machucado, dolorido e muito furioso Carlos saiu do buraco.
_ Ah, Senhor Jesus! Como posso amar aquele sem vergonha? Ajuda-me, por favor!
Carlos orava silenciosamente, até que com paciência disse para Marcos:
_ Marcos, amanhã quero que você venha comigo para a Escola Cristã da Missão. Quero que você conheça um livro muito especial que fala de…
Dizendo isto, Marcos deu meia volta e saiu muito bravo porque Carlos não brigou nem fez nenhum escândalo. Ele queria se divertir vendo Carlos brigar, mas não conseguiu e foi embora chateado.

FIGURA 3


Carlos tinha uma cabra que era o seu orgulho, se nome era Pana. Pana dava um leitinho e queijos deliciosos para toda a família. Além disso, Pana era amiga de Carlos, ele brincava muito com ela.
Um dia Pana desapareceu… Toda família começou procurá-la, mas não encontraram nem rastos dela. Carlos estava desconsolado, saiu pelo bosque para dar a última volta em procura de Pana.
Carlos gritava:
_ Pana! Cadê você amiga, Pana!
Mas nada. Porém quando retornava para casa ouviu um balido:
_ Baaa… baaaa!
Ouvindo esse balido, Carlos começou a perseguir esse som, e para sua surpresa chegou à casa de Marcos e a cena que viu lá não foi nada agradável.
Para seu espanto, Marcos estava erguendo uma faca para matar Pana, sua querida e companheira cabra.
_ O que você esta fazendo? Vociferou Carlos, enquanto pulava encima de Marcos com muita coragem para tirar dele a faca.
Marcos ficou parado sem saber o que fazer, diante dessa situação tão constrangedora.
Carlos conseguiu resgatar Pana sua querida companheira. Colocou-a em seus braços e saiu correndo em direção da sua casa orando em voz alta:
_ Oh, meu Senhor Jesus, eu não posso amar Marcos, me ajuda, por favor, Senhor! Toma conta desta situação para mim porque eu não consigo!


FIGURA 4

Nesse preciso momento Carlos escutou um pranto as suas costas. Carlos virou e olhou espantado, era Marcos que vinha após ele chorando desconsolado!
_O que aconteceu com você agora! Perguntou Carlos.
_ E que estou com muita fome! Meus pais me abandonaram há muito tempo e não tenho o que comer… por isso decidi matar Pana, eu queria comê-la, me perdoa…
O coração cristão de Carlos ficou comovido:
_ Venha comigo Marcos! Na minha casa tem uma jantinha, vamos comer juntos!
_ E será que posso dormir com vocês? Tenho medo da noite porque fico sozinho! Disse Marcos.
_ Com certeza, venha Marcos. Disse Carlos.

FIGURA 5

E nessa noite, dentro de um lar cristão, tão diferente da sua casa, Marcos escutou por primeira vez a historia de um Deus que o amava. Ele não podia acreditar!
_ Ele me ama?
_ Sou um menino muito mau e estou cheio de maus espíritos, é impossível!
A família de Carlos falou do amor incondicional de Jesus e Marcos recebeu Jesus no seu coração. Marcos pode sentir o amor de Jesus sendo derramado na sua vida. Então disse:
_Carlos, algo muito bom está acontecendo comigo quero-te dizer que estou muito arrependido por tudo o que fiz com você.
Com lágrimas nos olhos disse:
_ Você me perdoa?
_ Sim, eu te perdôo em nome de Jesus!
Eles se deram um grande abraço, o milagre do grande amor de Deus tinha alcançado a Marcos.
Depois disso, Marcos deitou e logo dormiu tranqüilo e contente.
Carlos estava com o coração radiante de alegria e agradecido pelo milagre da restauração de Marcos, pelo amor que Deus havia derramado em seu coração por ele e pela vida dos Missionários, então se ajoelhou na beira de sua cama e orou:
_ Obrigado Jesus pelos missionários que nos ensinam o Verdadeiro Caminho, obrigado por me ajudar a amar a Marcos e por mudar o seu coração! Obrigado… eu te amo Jesus! Zzzzzzzzzzzzz.
Assim Carlos dormiu com um coração grato e um grande sorriso no seu rosto. E a partir desse dia Carlos ganhou um irmão e um grande amigo, Marcos!

5.ATIVIDADES
a) Salinha de Recreação
b) Encontrar o Caminho para ser feliz ( abaixo)
c) Brincadeiras

PESQUISA - Luzia de Fátima Gonçalves da Silva - Escola Nossa Senhora da Alegria
FONTES - catequisar.com/  http://sementinhakids




sábado, 7 de julho de 2018

14º DOMINGO DO TEMPO COMUM

14º DOMINGO DO TEMPO COMUM

08 de julho de 2018



“O Profeta: aquele que anuncia com temor e coragem.”






EVANGELHO - Mc 6,1-6


Naquele tempo, Jesus foi a Nazaré, sua terra, e seus discípulos o acompanharam. Quando chegou o sábado, começou a ensinar na sinagoga. Muitos que o escutavam ficavam admirados e diziam: “De onde recebeu ele tudo isto? Como conseguiu tanta sabedoria? E esses grandes milagres que são realizados por suas mãos? Este homem não é o carpinteiro, filho de Maria e irmão de Tiago, de Joset, de Judas e de Simão? Suas irmãs não moram aqui conosco?” E ficaram escandalizados por causa dele. Jesus lhes dizia: “Um profeta só não é estimado em sua pátria, entre seus parentes e familiares”. E ali não pôde fazer milagre algum. Apenas curou alguns doentes, impondo-lhes as mãos. E admirou-se com a falta de fé deles. Jesus percorria os povoados das redondezas, ensinando.

Atividade

Fazer com as crianças bilhetinhos (papéis coloridos), para que possam levar para casa e evangelizar seus familiares e amigos.

Essa atividade as crianças entenderem como é difícil evangelizar, tem pessoas que vão gostar, outras vão rir e aquelas que não darão nem importância, mas, o que importa é levar a palavra de Jesus até elas.







sábado, 23 de junho de 2018

NATIVIDADE DE SÃO JOÃO BATISTA 24 de junho de 2018


NATIVIDADE DE SÃO JOÃO BATISTA

24 de junho de 2018



“Serás Profeta do Altíssimo, ó menino.”





EVANGELHO - Lc 1,57-66.80


Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho. Os vizinhos e parentes ouviram dizer como o Senhor tinha sido misericordioso para com Isabel, e alegraram-se com ela. No oitavo dia, foram circuncidar o menino, e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. A mãe, porém, disse: “Não! Ele vai chamar-se João”. Os outros disseram: “Não existe nenhum parente teu com esse nome!” Então fizeram sinais ao pai, perguntando como ele queria que o menino se chamasse. Zacarias pediu uma tabuinha, e escreveu: “João é o seu nome”. E todos ficaram admirados. No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus. Todos os vizinhos ficaram com medo, e a notícia espalhou-se por toda a região montanhosa da Judéia. E todos os que ouviam a notícia, ficavam pensando; “O que virá a ser este menino?” De fato, a mão do Senhor estava com ele. E o menino crescia e se fortalecia em espírito. Ele vivia nos lugares desertos, até ao dia em que se apresentou publicamente a Israel. 







Para mostrar quanto João Batista era admirável, conte a história dele para crianças:

João batista era filho de Zacarias e Isabel.  Um casal de pessoas idosas muito boas e justas. Eles não tinham filhos. Deus, por este casal, envia João Batista que vem preparar a vinda de Jesus Cristo.

Quando João ficou jovem retirou-se para o deserto, onde anunciou ao povo a vinda do Messias.
João Batista tinha humildade verdadeira. João só se interessava em promover Jesus. Ele dizia: "É necessário que Jesus cresça e eu diminua." (Jo 3,30)
Encaminhou para Jesus seus seguidores (Jo 1,35-37) e censurou os ciúmes dos que se preocupavam com a crescente popularidade de Jesus.
Morreu decapitado, por causa da sua coragem em pregar a justiça e fraternidade. 


 



 Atividades:

  • Pizza da oração;


  • Pintura;


sexta-feira, 8 de junho de 2018

10º DOMINGO DO TEMPO COMUM






“Fazer a vontade de Deus”









Dinâmica- copo água , coração sem pecado 
                       iodo- pecado
                       copo  água sanitária- Jesus 

- copo água explicar que e nosso coração quando nascemos limpo sem pecado, mas todas as vezes que mentimos, brigamos  etc.... ir  pingando o 
iodo  no copo com água , mostrando como fica o nosso coração , a nossa maldade nos afasta do amor de Deus ,  que Deus por amor  mandou seu filho Jesus para nos livrar de todo mal, ir pondo aos poucos água sanitária.
Jesus nos quer com um coração manso humilde sem maldade. 


Oração- fazer um momento de oração pedindo ao Senhor um coração manso e humilde. Devemos  deixar que Jesus limpe nosso coração de toda a maldade e que o Espirito Santo nos guie  para que possamos ter um coração igual de Jesus.
Terminar com  a oração Pai Nosso e Ave Maria com gestos.


Oração

Querido Jesus queremos ser parte da sua grande família! 
Nos ajude a fazer sempre a sua vontade! 

Queremos levar as suas palavras para todos aqueles que ainda não te conhecem para serem da sua família também!


Evangelho (Marcos 3,20-35)

JACARÉ CONSTRUTOR DE PONTES


CONSTRUA PONTES E NÃO MURO AO SEU REDOR
Um rio dividia a floresta no meio. De um lado vivia um Leão e do outro a Onça, e os dois
viviam brigando. Um dia o Leão falou para o Jacaré:
– Eu vou viajar, mas já providenciei todo material, quando eu voltar quero encontrar um
muro bem alto para nem enxergar a onça do outro lado, assim termina todos os meus
problemas.
Encontrará todo material no jardim. O jacaré perguntou:
– Você quer fazer o muro ou resolver seu problema? O leão já bem longe respondeu:
– Não crie mais problemas, eu lhe contratei para acabar com meus problemas.
Quando o leão voltou levou o maior susto. (O que será que o Jacaré construiu?). O jacaré havia
construído uma ponte no lugar do muro. Enfurecido o Leão foi procurar o jacaré, mas quando
olhou viu a onça vindo na ponte em sua direção. Que susto levou o leão quando escutou a onça
dizer:
– Caro Leão, agora sei que você é um amigo de verdade. Mandou construir uma ponte
apesar do desentendimento que tivemos, gostaria de me desculpar. O leão balanço
sua juba tentando por seus pensamentos em ordem.
– Eu mandei construir a ponte!!! Você pediu desculpas!!! O leão estava inda a falar
quando chegou o jacaré.
– Olá dona Onça! Como vai o senhor Leão, foi bem de viagem? Espero ter resolvido seu
problema como me pediu.
– Parece que meus problemas realmente acabaram – respondeu o Leão. Não tem um
muro impedindo que eu chegue até o rio, você construiu isto?
– O mesmo material que constrói um muro constrói uma ponte – disse o jacaré – assim
uma mesma situação pode ser usada para unir ou para separar as pessoas.
Nós brigamos durante anos, que milagre aconteceu?!?! Perguntou o Leão...
– Vou contar-lhes um segredo, “as palavras também fazem pontes”. O que você sentia
pela onça mudou quando a ouviu dizer “DESCULPE-ME”. Por isso palavras como
obrigado, por favor, bom dia, boa tarde, boa noite, desculpe-me, devem estar sempre
prontas para ser ditas, até deixar nossa boca grande como a do Jacaré. E abrindo sua
grande boca o Jacaré dizia:
– Repitam comigo: obrigado, por favor, bom dia, boa tarde, boa noite, desculpe-me...
Desde então amiguinhos a paz voltou na floresta. O Leão e a Onça convidaram o Jacaré
para ficar morando ali, mas o Jacaré recusou dizendo:
Obrigado, mas eu não posso, pois tenho que construir outras pontes



                                                                                    MUSICA

JACARÉ  
TEM BOCA GRANDE
DE  TANTO
FAZER PONTE
UNINDO OS CORAÇÕES
ELE DIZ
VOCÊ RESPONDE
POR  FAVOR
OBRIGADO                                      COM LICENÇA
 DESCULPA                                         ATE LOGO


sexta-feira, 1 de junho de 2018

9º Domingo do Tempo Comum - Evangelho (Mc 2,23-3,6)

   
                                               Evangelho (Mc 2,23-3,6)
Jesus estava passando por uns campos de trigo, em dia de sábado. Seus discípulos começaram a arrancar espigas, enquanto caminhavam.
Então os fariseus disseram a Jesus: “Olha! Por que eles fazem em dia de sábado o que não é permitido?”Jesus lhes disse: “Por acaso, nunca lestes o que Davi e seus companheiros fizeram quando passaram necessidade e tiveram fome? 26Como ele entrou na casa de Deus, no tempo em que Abiatar era sumo sacerdote, comeu os pães oferecidos a Deus, e os deu também aos seus companheiros? No entanto, só aos sacerdotes é permitido comer esses pães”.E acrescentou: “O sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado. Portanto, o Filho do Homem é Senhor também do sábado”.Jesus entrou de novo na sinagoga. Havia ali um homem com a mão seca. Alguns o observavam para ver se haveria de curar em dia de sábado, para poderem acusá-lo. Jesus disse ao homem da mão seca: “Levanta-te e fica aqui no meio!” E perguntou-lhes: “É permitido no sábado fazer o bem ou fazer o mal? Salvar uma vida ou deixá-la morrer?” Mas eles nada disseram. Jesus, então, olhou ao seu redor, cheio de ira e tristeza, porque eram duros de coração; e disse ao homem: “Estende a mão”. Ele a estendeu e a mão ficou curada. Ao saírem, os fariseus, com os partidários de Herodes, imediatamente tramaram, contra Jesus, a maneira como haveriam de matá-lo

O Domingo foi feito para o homem ou o quê?

Técnica: Dramatização
Personagens: Narrador, Juiz, Promotor, Advogado, Domingo.
Aconteceu que um dia, o Anjo do Senhor se sentiu muito incomodado com o que as pessoas entendiam do dia do Senhor (que antigamente era o sábado e, a partir de Jesus se tornou o domingo) o dia da ressurreição… O dia de se dedicar às coisas de Deus… O dia do descanso… E que bagunça havia se tornado o “domingo”…
Então, o Anjo do Senhor convocou o “Domingo” para uma avaliação… Este, temeroso do “pito” que iria tomar, levou com ele seu advogado, o Doutor “Te-defendo-e-levo-algum”,
(Chegam e se apresentam ao Anjo que também chamou seu ajudante, o Doutor “Tô-de-olho” para esclarecer os fato)
Domingo: – Bem, Senhor Anjo, como pediu eu estou aqui e muito bem acompanhado, do meu advogado.
Advogado: – Sim, excelentíssimo Anjo… O meu cliente aqui, senhor Domingo está estranhando o seu chamado e gostaria de esclarecer que…
Promotor: – Alto lá, caro colega! Eu aqui, o doutor “Tô-de-olho” também represento os interesses do Senhor Altíssimo, em nome do qual, o senhor Anjo me contratou… E posso começar logo a inquerir o réu, quer dizer o acusado, quer dizer o senhor Domingo…
Advogado: – Pode começar, caro colega, estamos prontos (cochicham… senhor Domingo incentiva o doutor “Te-defendo”).
Promotor: – Primeiro, olhe bem como o senhor Domingo está… Todo enfeitado! O quê isso significa?
Advogado: – Bem… Passo a palavra ao meu cliente (e cochicha: “se explica aí, meu!”)
Domingo: – Bem… É que eu sou… Muito especial, e para chamar atenção das pessoas eu trago estes adereços como os balões pra lembrar às crianças que é dia de parque… Essas nadadeiras pra lembrar da lagoa… O pirulito, pra lembrar do parque… A cerveja pra diversão dos pais… Este espeto para o churrasco… A TV… Nem precisava, né? A bola pro futebol… Mas é coisa demais pra se fazer aqui comigo! Eu sou demais… O dia mais feliz da semana!
Advogado: – Viu só! Meu cliente está ciente que seu dia é o melhor, É dia de festa e alegria… De lagoa e futebol… De baralho e de churrasco!
Promotor: – Que feio hein, caro colega! Viu só, Senhor Juiz, no que foi que eles transformaram o dia do Senhor? Em um dia de puro prazer, onde só se divertem… Comem e bebem, que acabam escravizando o homem, tornando o domingo, senhor de nossas vidas. Isso não está certo! É preciso que o Senhor faça com que o réu admita sua culpa e o condene a ser um dia qualquer… O Senhor tem que instituir um outro dia como dia santo, pois eles nem reconhecem o valor desse dia!
Domingo: – Outro não! Outro não! Senhor Juiz, com vossa permissão, o Senhor acha que tenho agido errado pensando somente nos prazeres que proporciono a todos os humanos?
Advogado: – Quem mandou você abrir a boca? O advogado aqui sou eu! E se tem alguém pra fazer pergunta aqui, serei eu! Excelentíssimo Juiz, o Senhor acha que meu cliente tem pensado somente nos prazeres que ele proporciona ao homem?
Promotor: – Mas, que pergunta mais boboca! É claro! O dia do Senhor foi instituído para que as pessoas pudessem descansar e fazer desse dia uma ação de graças a Deus, pelas inúmeras graças que Ele nos proporciona.
Domingo: – Ah, foi pra isso, é? Ninguém havia me dito isso ainda? Eu pensei que seria somente feito para diversão e não para oração.
Advogado: – Mas, cala a boca! Desse jeito você não vai precisar de um advogado e sim de um analista!
Promotor: – Tomando a palavra, caro colega, quero deixar ainda bem claro, que por esse deslize do nosso réu, ou por não saber sua finalidade, ele fez com que os homens não o soubessem e por isso aproveitam do seu dia o máximo, muitas vezes esquecendo o verdadeiro sentido dele… O domingo, caro juiz, foi feito para o homem e não o homem para o domingo.
Juiz: – O que você tem a dizer sobre isso, Domingo?
Advogado: – O meu cliente não tem condições de responder, então eu falarei por ele…
Domingo: – Quem disse que não? Tenho condições, sim. Não sou mudo e quero falar. Senhor Juiz, estou até envergonhado por ter feito tudo errado… Andei me lembrando de fatos tão importantes sobre o dia santo que Deus me fez… Foi no domingo que Jesus ressuscitou e que Deus descansou, por isso, peço-lhe perdão por ter feito do meu dia só diversão… Espero que de agora em diante, se absolvido for, vou tornar o meu dia… Em um dia de louvor e devoção, conscientizando a todos os homens, que o meu dia será de muita oração ao Senhor e de seu descanso.
Promotor: – Agora sim! Gostei! Com essa sua atitude, nunca mais verei os homens e suas ressacas na segunda-feira… Verei sim, homens felizes e agradecidos pela presença de Deus em sua vida.
Advogado: – Eu gostaria de…
Todos: – Calaaado!
Juiz: – Vejo que o Domingo reconheceu o seu erro e prometeu conversão, mudança. O seu veredicto, Domingo, o Senhor já o fez… Eu o absolvo, porque reconheceste o erro e irá repará-lo. Espero, que de agora em diante, todos saibam que o Domingo é um dia santo, o dia do Senhor, onde deveremos nos colocar diante Dele para recebermos as suas bênçãos. Vamos repetir, Domingo:
– O Domingo foi feito para o homem e não o homem para o Domingo!
Lição de vida: Todos nós que cremos em Jesus somos chamados a seguir seu exemplo, promovendo a fraternidade e o amor.

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Solenidade da Santíssima Trindade


Tema: “Em nome do Pai, do Filho e Espírito Santo”




Apucarana, 25 de maio de 2018.
1.BOAS VINDAS – Olá crianças! Que alegria receber vocês aqui na Salinha Catedral! Vamos iniciar o canto do Sinal da Cruz!  “Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo, estamos aqui...” ( Cantar outros cantos de animação)

2.PREPARAÇÃO PARA O EVANGELHO – A dinâmica sobre a Santíssima Trindade só precisa de um guardanapo ou pano de prato, e você diz assim:
-A Santíssima Trindade é como um guardanapo, só que deste jeito, com este nó! (escolhe uma ponta e dá um nó)
-Tenho uma pergunta, este nó deixou de ser guardanapo?
Respostas: provavelmente vão dizer que não.
– Agora vou fazer mais um nó do outro lado (do outro lado faça um segundo nó), com este novo nó, eu posso dizer que continuo tendo um guardanapo na mão?
Respostas: provavelmente vão dizer que sim, que continua com um guardanapo.
– Então vou fazer mais um último nó! (para o terceiro nó conforme o tamanho do guardanapo pode se juntar as duas pontas que sobraram ou fazer um nó com o guardanapo inteiro para que o terceiro nó fique no meio, como na imagem abaixo).
– Posso dizer que continuo com um guardanapo na minha mão?
Respostas: Provavelmente sim!
– Só que este guardanapo tem três nós, e nenhum deles é igual, reparem!
– Cada um destes nós representa uma pessoa da Santíssima Trindade. A Santíssima Trindade é como este guardanapo, que mesmo com três nós continua sendo um único guardanapo!
E deixa as pessoas, ou as crianças a pegar o guardanapo e lembrar do que foi ensinado sobre a Santíssima Trindade.

3.EVANGELHO -   Mt 28,16-20 11.
Um dia, os Onze discípulos de Jesus ( seus amigos escolhidos para ajuda-lo da evangelizar), foram a um monte onde Jesus havia combinado de encontra-los. Jesus, já havia morrido e ressuscitado, conforme  estava escrito nas escrituras. Quando eles viram Jesus, ajoelharam –se diante dele! Vocês imaginam que ainda tinha entre eles, alguns amigos que duvidaram que Ele havia ressuscitado?? Então, Jesus chegou mais pertinho deles e disse:
“Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra. No entanto, vão e façam mais discípulos meus, em todos os lugares, países, continentes. Chegando lá, batize-os em nome do PAI, DO FILHO( que sou eu) E DO ESPÍRITO SANTO, e ensine a cumprir tudo que eu mandei! Mas não precisam se preocupar, porque eu estarei com vocês todos os dias até o fim do mundo”
Palavra da Salvação – Glória a Vós, Senhor!

4. EXPLICAÇÃO:  Para entender melhor esse “mistério” da Santíssima Trindade vamos pensar que é como um caminhão( desenho)
Observe bem  esses desenhos.




1º o caminhão! ( mostrar desenho)Para ele levar as pessoas e coisas de um lado para o outro, é necessário:





2º de estradas –( mostrar o desenho) Isso mesmo! Eles precisam de estradas, rodovias para trabalhar.

2º de combustível – ( mostrar um posto de gasolina) Vejam a greve dos caminhoneiros  em todo nosso pais, eles estão solicitando melhores condições de trabalho e como não foram atendidos, pararam de trabalhar. Mas mesmo que tivessem o combustível, poderiam fazer o seu trabalho. O combustível é a "energia".


Vamos comparar:
DEUS é o caminhão
JESUS é o caminho
ESPÍRITO SANTO é a energia
Foi necessário a estrada e o combustível e o caminhão, trabalharem com conjunto ( unidos) para que a função do caminhão desse certo. Assim é a Santíssima Trindade, são três em um! Com toda essa força conosco PAI, FILHO e ESPIRITO SANTO, é que continuamos a levar a mensagem de Jesus a todos os lugares, como Ele nos pediu!
Para concluir, vamos cantar: Trindade santa ( canção)
Era uma paizinho
Muito amoroso
Que dividiu-se
Em três irmãos
Ninguém podia vê-los não
Porque moravam no nosso coração
Ninguém ficava sem caminho
Pois Jesus era a solução
Ninguém podia ficar sozinho
Porque nosso bom Deus pregava união
Eram três pessoas muito amorosas
Deus que é o pai
Jesus é o irmão
Mas na verdade
O que mora aqui
É o Espírito Santo
Que vive em mim!
LIÇÃO DE VIDA:  Jesus está sempre conosco com o seu Espírito, que nos fortalece na missão de anunciar o amor de Deus ao mundo.
 5. ATIVIDADES
a) Salinha de recreação para as crianças menores
b) Pintura de desenho
c) Brincadeiras Recreativas


ou




sábado, 12 de maio de 2018

SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR


SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR
13 de maio de 2018

“O ressuscitado continua conosco.”



Evangelho: Mc 16,15-20

Naquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos, e disse-lhes: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a todo criatura! Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado. Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; se pegarem em serpentes ou beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados”. Depois de falar com os discípulos, o Senhor Jesus foi levado ao céu, e sentou-se à direita de Deus. Os discípulos então saíram e pregaram por toda parte. O Senhor os ajudava e confirmava sua palavra por meio de sinais que a acompanhavam.

TV Criança Católica - Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=TxJmEmuWGzM&t=3s




Disponível em: https://semeandocatequese.files.wordpress.com/2016/04/cartc3a3o-dia-das-mc3a3es-mc3a3ezinha-do-cc3a9u.jpg



HOMENAGEM DO DIA DAS MÃES


Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=bv-q8YBV52Y